Projetos

Projetos 7

Os projetos em sua diversidade temática e teórica representam um diálogo de professores que hora se aproximam e em outros momentos se distanciam, no entanto, o que podemos considerar de “fio condutor” ou objeto de reflexão é o discurso em sua complexidade teórica e seus múltiplos desdobramentos na relação com o sujeito, a história e a linguagem.

Os projetos dos pesquisadores são construções de uma carreira consideradas desde a formação acadêmica na graduação, quando se desperta para pesquisa e na pós-graduação quando inicia o desafio de produzir conhecimento técnico-científico com ingresso no mestrado até o estágio atual da vida acadêmica.

As questões dos pesquisadores transformadas em objeto de pesquisa constrói um panorama amplo de temáticas que corresponde em alguma medida à demanda de um momento histórico da sociedade e suas problemáticas.

 

O CEPAD surge a partir de um perfil de múltiplos projetos conduzido pelo fio condutor da noção de discurso em Análise do Discurso.

Nesta quarta-feira, às 14 horas, na FUNDECT, reuniram-se o Diretor Presidente, Prof. Dr. Davi José Bungenstab, Diretor Científico Prof. Dr. Márcio de Araújo Pereira, juntamente os coordenador do NUPESDD, Prof. Dr. Antonio Carlos Santana de Souza, coordenador do NEAD, Prof. Dr. Marlon Leal Rodrigues e o Prof. Me. Ricardo Leite de Albuquerque.


A proposta deste projeto é analisar, a partir do discurso de mulheres migrantes haitianas em Cuiabá, sua historia devida e o processo como migrante. Como metodologia, vamos estudar por meio da analise da historia de vida e analise de discurso de cinco mulheres trabalhadoras, negras,migrantes, vindas do Haiti e que vivem em Cuiabá, queremos analisar se a condição de gênero foi um fator que contribuiu ou não para a decisão de migração e o porque a escolha de Cuiabá como ponto de moradia.Tal  estudo se dará mediante a aplicação de entrevistas focadas, com questões norteadoras, onde buscaremos analisar o interdiscurso nas memórias destas mulheres migrantes e a materialidade do seu lugar e condição de gênero em sua historia social.

PALAVRAS-CHAVE: Migrações; Direitos Humanos, Gênero, Analise do Discurso

Coordenação:

Pós-Doutoranda: Irenilda Ângela dos Santos- UFMT

Supervisor: Marlon Leal Rodrigues ( NEAD/UEMS)

Pesquisa de Estágio Pós-Doutoral

 


 

A proposta deste trabalho é investigar (refletir) a forma como “sujeitos” (ORLANDI, 2012), tidos como marginalizados ou marginais aos “discursos” (idem) circulantes na sociedade, se constituem e são constituídos a partir do “sentido” (PÊCHEUX,1999) de sua resistência às posições de consenso/estabilizadas, discurso do senso comum. Nesse sentido, os sujeitos participantes e inscritos, que na sua corporeidade ou discursivamente da “Marcha das Vadias” se apresentam como constitutivos/constituintes de um espaço material e simbólico de resistência discursiva a uma posição sujeito de consenso para a “discursividade” (ORLANDI, 2001) da mulher.

Nossa proposta pressupõe que as posições sujeito historicamente institucionalizadas são submetidas a constantes pressões que visam desestabiliza-las de um lado e ao mesmo tempo de outro no jogo das “tensões” (idem). Por outro lado, posições sujeito submetidas, no dizer de Orlandi (2012, p. 227) ao “processo de alienação”, resistem a esse processo. Se para Pêcheux (1999) era o “mau sujeito”, para Orlandi é o sujeito da resistência. 


Esta pesquisa, de natureza qualitativa, via análise documental, trata-se do incremento de linha de pesquisa em análise do discurso na Unemat- Campus Universitário de Alto Araguaia e no Programa de Mestrado em Linguística em Cáceres – MT, onde atuamos como professora e orientadora, através de pesquisa que visa investigar como se dão as relações de diálogos em regiões fronteiriças de estados onde a realidade linguística é heterogênea, de modo que suas representações e identidades carecem de estudos formais. Tal empreitada é fruto de discussões entre pesquisadores da Unemat, Uems e outras IES onde já há uma relação de trabalho em andamento através do projeto de pesquisa: Discurso, Identidades e Fronteiras, 


Este trabalho pretende ser uma reflexão e ao mesmo tempo uma realização prática da produção de texto na modalidade escrita, por alunos do segundo ano do ensino médio de duas escolas públicas da rede estadual de ensino em Campo Grande, sendo que em uma das escolas, a escolha deverá recair sobre os aspectos de funcionamento em turno matutino e de localização periférica, a outra por sua vez deverá ser de funcionamento em turno vespertino e de localização central.


A realização de uma pesquisa, dadas às devidas proporções, contribuirá para o surgimento de reflexões de rumos da intervenção profissional e perspectivas se abrem à medida que possibilita o levantamento de informações e percepções sob a ótica dos atores institucionais. Entre tantos aspectos um voltar para as próprias questões. Assim, o


A pesquisa linguística sobre o Contato de Línguas: o português e o guarani no Centro-Oeste brasileiro tem por objetivo apresentar uma análise descritiva do uso do português pelos kaiowá (guarani) que vivem em comunidades indígenas no Centro-Oeste brasileiro, numa região fronteiriça com o Paraguai. Em específico, buscamos descrever fenômenos linguísticos resultantes da situação de contato como adaptações ou acomodações fonéticas, alterações no padrão morfossintático da língua receptora, entre outros.