ALEXANDRE JORGE QUALIFICA DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - A LÍNGUA ALEMÃ EM UMA COMUNIDADE INDÍGENA TERENA EM MATO GROSSO DO SUL: AQUISIÇÃO E CONTATO LINGUÍSTICO Featured

Notícias Written by  Terça, 28 Agosto 2018 00:00 font size decrease font size increase font size
Rate this item
(0 votes)

 

Qualificação de dissertação de mestrado apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Letras, da Universidade Estadual de Mato Grosso, Unidade Universitária de Campo Grande, como requisito parcial para obtenção do título de Mestre em Letras.

 

Área de concentração: Linguagem: Língua e Literatura

 

 

COMISSÃO EXAMINADORA

Área de concentração: Linguagem: Língua e Literatura

 

 

COMISSÃO EXAMINADORA

 

Prof. Dr. Antonio Carlos Santana de Souza (Presidente)

Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul/UEMS

 

 

Profª. Dra. Cristiane Schmidt

Universidade do Estado de Mato Grosso/UNEMAT

 

 

Prof. Dr. Marlon Leal Rodrigues

Universidade Estadual de Mato Grosso do sul/ UEMS

 

 

Prof. Dr. Miguel Eugênio de Almeida

 

O Brasil é um país plurilíngue e multicultural. Devido à participação de diversas raças na sua formação étnica, linguística e cultural, e é reconhecido por sua diversidade linguística, principalmente. Por isso, muitas culturas e línguas se relacionam neste grande mosaico nacional (Napolitano, 2005 apud Damke & Savedra, 2013).  Para comunicarmos e interagir com o mundo à nossa volta, em todo momento, estamos fazendo uso da linguagem. Por meio dela, criamos e damos significados à realidade que nos cerca, imaginamos e relembramos momentos, comunicamos as nossas intenções e desejos. É por meio da linguagem que, diretamente ou indiretamente nos fazemos ser vistos, ou propositadamente escondidos.  A linguagem é um importante fator para o desenvolvimento e aprendizagem. Provavelmente, é uma das maiores capacidades que a espécie humana possui, uma vez que, está envolvida em muitos outros aspectos, como a consciência, sociabilidade e cultura. (ORTEGA, 2009). Por isso, a presente pesquisa tem como objetivo observar e descrever como se dá a aquisição da língua alemã em uma comunidade plurilíngue, bem como, analisar os fatores sociais que influenciarão e interferirão no processo de aquisição e aprendizagem de uma língua adicional por parte dos indígenas Terena. Todo trabalho de investigação e observação será realizado numa comunidade indígena Terena denominada Lagoinha, situada no estado de Mato Grosso do Sul.  Além do contato linguístico com a língua alemã, os indígenas terão acesso aos aspectos culturais e organização social alemã, fazendo com isso, uma interface entre as organizações sociais brasileira-terena-alemã. Em termos gerais, espera-se que este trabalho ajude na compreensão dos fatores sociais que permeiam a aquisição de uma língua adicional em um ambiente de plurilinguismo.  Sobretudo, espera-se que os estudos realizados possam contribuir como fontes de pesquisas que investiguem a atitude, discursos e os estilos de aprendizagem de uma determinada comunidade de fala plurilíngue indígena.

 

Palavras-chave: Língua Alemã; Povo Terena; Aquisição e Contato Linguístico.

 

Read 161 times Last modified on Terça, 28 Agosto 2018 03:12