Pesquisa revela desejo dos professores indígenas de Dourados*

Notícias Written by  Quinta, 23 Junho 2016 00:00 font size decrease font size increase font size
Rate this item
(0 votes)

Por 

Uma educação voltada para a valorização da terra, da natureza, os contares, a oralidade, é o que desejam os professores indígenas das aldeias de Dourados. A informação faz parte do trabalho realizado pela professora doutora Nara Sgarbi, em sua pesquisa de pós-Doutorado em Análise do Discurso, na Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS).

Sob a supervisão do professor doutor Marlon Leal Rodrigues, a pesquisa analisou os textos professores indígena que participaram de um processo seletivo para formação de professores, na Unigran, em 2010. Segundo a professora Nara, esses textos foram analisados discursivamente em um processo seletivo, mesmo assim foi possível constatar os desejos dos indígenas enquanto professores dentro de suas comunidades. "Uma coisa é nós adentrarmos a essa comunidade com nossos construtos e imagéticos que nós achamos que seja interessantes para eles, outra coisa é, eu professora indígena, saber como é meu dia a dia, o que eu valoro, o que eu quero", explica Nara.

Ela ainda conta que as análises a proporcionaram um encantamento pelo fato de reconhecer nesses textos, os anseios desses professores. "Eles deixam claro, nos interdiscursos, que eles têm um desejo por outro tipo de educação escolar que não é bem esse que está posto nos documentos governamentais, não é bem esse que está se efetivando nas escolas, dentro das comunidades indígenas", relata Nara, que ainda completa "Eles não querem mais ficar estagnados, eles querem avançar, mas eles querem avançar com propriedade tal, que a sua cultura continue ali, aparecendo, sendo valorizada".

 

A pesquisa completa será entregue no final de julho e ficará disposição dos pesquisadores na UEMS.

 

Publicado originalmente em http://www.noticias.ms.gov.br/pesquisa-revela-desejo-dos-professores-indigenas-de-dourados/, em 02/06/2016

Read 8412 times