Atlas dos Nomes que Dizem Histórias das Cidades Brasileiras Um Estudo Semântico-Enunciativo do Mato Grosso

Rate this item
(0 votes)

No dia 01 de junho de 2016, às 20h, o Prof. Dr. Taisir Mahmudo Karim (Coordenador/UNEMAT/Cáceres) apresentou, no auditório da UEMS/Campo Grande, uma palestra sobre o projeto de pesquisa Atlas dos Nomes que Dizem Histórias das Cidades Brasileiras: Um Estudo Semântico-Enunciativo do Mato Grosso que é coordenado por ele na UNEMAT, campus de Cáceres. Inicialmente foram apresentados a estrutura e o funcionamento do projeto, que nesse momento resulta na publicação do primeiro livro em que são apresentados diversos artigos contendo análises de vários nomes de cidades do

Estado de Mato Grosso. O autor comentou que o livro conta inclusive com textos de alguns acadêmicos da graduação em Letras que participaram em todo o processo de pesquisa, discussão e produção de textos publicados. Após a apresentação geral do projeto e do livro publicado, o palestrante apresentou a análise de um dos textos em que ele observa a designação do nome do Estado de “Mato Grosso”, pelo viés da Semântica do Acontecimento. Desse modo, abordou conceitos fundamentais a essa teoria como enunciação, designação, espaço político, espaço de enunciação, Locutor, locutor-x, enunciador e outros. Após a palestra o prof. Taisir realizou uma seção de autógrafos ao livro lançado neste momento. Essa palestra é resultado de discussões realizadas inicialmente no evento I Jornada de Estudos em Semântica e Análise do Discurso: marcha, identidade e fronteira, ocorrido em junho de 2015, em Campo Grande. Evento esse realizado como parte do projeto de Desenvolvimento Científico Regional – DCR – intitulado Os sentidos de índio na marcha para Oeste: uma análise na mídia jornalística de Mato Grosso/Mato Grosso do Sul, coordenado pela Profa. Dra. Rosimar Regina Rodrigues de Oliveira, com apoio da UEMS e financiamento da FUNDECT e do CNPq. Projeto este que tem produzido muitos reflexos positivos nas relações interinstitucionais, especialmente entre UEMS, UNEMAT e UNICAMP. 

Read 6897 times